HELP FILE


Como defino as configurações de QoS?

    Use o maior número de métodos abaixo que você puder para implementar o QoS se for provável que a largura de banda de upload fique saturada.

    Antes de começar: Se não for provável que sua largura de banda seja saturada, recomendamos evitar o QoS, pois pode estranha outro tráfego de não voz.

    Contexto: As estratégias discutidas abaixo são relativas ao tráfego de uma rede Local (LAN), entre a transferência de uma LAN para uma rede de longa distância (WAN). Qualquer configuração de QoS em uma conexão WAN deve ser feita pelo provedor de serviços de internet (ISP). Não é possível priorizar um telefone que esteja fazendo uma chamada por um telefone que esteja baixando a configuração ou arquivos de firmware ao mesmo tempo.

    Maneiras de implementar o QoS

    Separação da rede física

    • Uma maneira popular de garantir A segurança da rede é separar fisicamente as redes de voz e dados por meio de roteadores/firewalls diferentes, switches e portas para seus telefones. Essencialmente, você usará uma conexão WAN exclusiva para somente ligações de voz e conexões WAN separadas para tráfego de dados.

    Balanceamento ou roteamento com base em políticas

    • Outro método de configurar QoS em uma LAN é a separação de rede lógica. As redes podem ser separadas em divisões lógicas ou em redes locais virtuais (VLANs) para separar voz de tráfegos com menor de prioridade. Esse balanceamento de tráfego, ou roteamento baseado em políticas, pode alocar largura de banda dinamicamente com base em volume ou estaticamente por atribuição manual.
    • Se você tiver várias conexões WAN, pode configurar sua rede para encaminhar sua VLAN de voz sem uma conexão WAN e todas as outras VLANs. Neste cenário, a saturação da conexão WAN de dados é irrelevante, pois todo o tráfego de voz é encaminhado pela própria conexão WAN.

    Classe de serviço/DSCP

    • Os roteadores e gateways podem ser configurados para cumprir os valores de DSCP de camada 3. Os valores de 802.1p/CoS de camada 2 também podem ser usados, embora o DSCP seja preferível. Se os valores de DSCP não estiverem disponíveis, use nossos blocos de IPs como a fonte (entrada) ou o destino (saída) para todo o tráfego de nosso tráfego é válido.
    • Quando configurado por nós, os dispositivos VoIP configuram um valor de DSCP no cabeçalho de cada pacote gerado conforme mostrado aqui:
    Tipo de tráfego Finalidade do tráfego Valor do DSCP Valor do 802.1p/CoS
    SIP Controle de chamadas 26 5
    RTP Mídia da chamada (a conversa de mídia) 46* 5
    • Para ativar o QoS em uma LAN e em uma transferência de LAN para WAN, a rede precisa ser configurada para priorizar o tráfego que transporta essas tags em relação a todos os outros tráfegos.
    • A implementação de QoS downstream (entrada) em sua conexão de Internet requer a colaboração de seu ISP, pois há muito pouco que pode ser feito em uma LAN para evitar a saturação do link downstream.

    Priorização da porta — Não recomendado

    • Não recomendamos a priorização da porta, pois o tráfego mudará de uma porta aleatória entre 20.000 e 60.000. Se for seu único método para implementar o QoS, é melhor para adquirir um novo roteador.

    Maneiras de testar o QoS

    Em equipamentos de LAN de maior porte, as políticas de QoS apropriadas podem ser verificadas observando os fluxos e/ou a filas de tráfego. Se isso não for possível, alguns testes empíricos também podem ser usados:

    • Sature a conexão LAN, transferindo arquivos grandes entre computadores da LAN e depois faça várias chamadas telefônicas simultâneas.
    • Sature a upstream da conexão WAN ao carregar vários arquivos grandes e depois fazer várias chamadas telefônicas simultâneas.